Um dia de cada vez....

Olá!!! 
Eu sou o  Salvador, e como irmão mais velho, coube-me a mim contar a minha história e da minha irmã Joana.

Começamos a dar trabalho à nossa mamã quando às 23 semanas já queríamos conhecer o mundo, mas, teimosa como ela é, obrigou-nos a esperar até as 28 semanas sempre muito quietinha e a cumprir à risca todas as indicações médicas.

Foi então no dia 19 de Setembro de 2011 que a nossa luta começou...

Ás 17:09, com 946gr e 34cm, nasci eu. Um rapaz!!! Sim, porque malandro como sou, decidi esconder a minha pilinha até esse dia… 6 minutos depois, ás 17:15 nasceu a minha irmã, com 769gr e 32 cm.
.

joana1 640x480 salvador1 640x480

 A Joana (á esquerda) e o Salvador (á direita).

Éramos muito pequeninos e por isso precisávamos de ajuda para quase tudo. Tínhamos um tubo na boca por onde éramos alimentados, um tubo no nariz para respirarmos, e muitas coisinhas coladas no corpo. Estavam sempre a picar-nos. Eu precisei de "fazer luzinhas" e de ser ventilado porque os meus pulmões ainda não estavam preparados para trabalhar sozinhos. A minha irmã aguentou-se melhor e só precisou do CPAP, dizem que é por ser mulher… O que nos alegrava era que a mamã estava sempre por perto para nos dar força.

 joana2 640x480

 

 

 

Também fizemos algumas infecções e por isso tinhamos que estar muito protegidos na nossa “caixinha”.

 

 

 

 

mam2 640x480

Finalmente chegou o dia em que pudemos ir para o colinho da mamã.

 

 

 

 

O coração dela batia tão depressa... devia estar muito feliz.

mam1 640x480

Estamos a crescer muito devagarinho e aos poucos foram tirando alguns fios, já não picavam tantas vezes e pudemos tomar o nosso primeiro banhinho.
.

joana3 640x480 salvador2 640x480 salvador3 640x480

Cada dia que passava bebíamos mais leitinho, já conseguíamos respirar alguns bocadinhos sem a ajuda do tubinho e estávamos a engordar, por isso tivemos uma surpresa, mudamos de quarto. Eu adorei a mudança, mais barulho, mais luz…  a Joana é que estranhou um bocadinho, mas agora eu já estava pertinho dela para a proteger. Também já podíamos andar mais vezes no colinho pois já não estávamos nas caixinhas e agora tínhamos uma caminha.

.

mameosdois 640x480 osdois 640x480

Enquanto estivemos internados saímos no jornal “Correio do Minho” e no “Jornal de noticias”, participamos no Dia do Prematuro e fizemos uma sessão fotográfica para o Natal.

 

joana_natal 640x480 salvador_natal 640x480

No nosso quarto novo também tinhamos mais trabalho, tinhamos que beber o leitinho pelo biberão e é tão cansativo… A minha irmã tomava num instante, até se esquecia de respirar e por isso é que demorou muito tempo a largar o oxigénio, precisava dele sempre que tomava o leite. Eu já estava pronto para ir para casa à algum tempo mas não podia deixar a Joaninha sozinha.

Foi então, que passados 94 dias, no dia 23 de Dezembro nos mandaram para a nossa verdadeira casa para passarmos o Natal com a nossa família que tanto nos desejava conhecer.
.

joana4 640x480 salvador4 640x480

Desde que viemos para casa ainda pregamos algumas partidas a nossa mãe.

Fazemos Ginástica 3 vezes por semana e estamos a evoluir muito bem, a mamã ate diz que me mexo demais!!! A Joana é mais sossegada.

Aqui estamos nós agora… (tenho mesmo cara de malandro...)
.

dois2 640x480
dois3 640x480
 
Fotografias cedidas pelos pais da Joana e do Salvador


Como não podia deixar de ser fomos comemorar o nosso 1ª aniversário com a nossa primeira família.

Muito obrigado a toda a equipa da Neonatologia do Hospital de Guimarães por tudo o que fizeram por nós ( já perdoamos as maldades).

Nunca vos esqueceremos…

 Joana e Salvador